Fábrica inteligente

Souza Cruz investe cada vez mais na sustentabilidade de suas fábricas

As plantas industriais da Souza Cruz estão passando por uma série de intervenções ao longo dos últimos anos para estarem adequadas aos padrões de sustentabilidade da companhia. As inovações são fundamentais para garantir que os processos fabris da companhia sejam limpos e eficientes.

Reaproveitamento

Na fábrica de Uberlândia, somente 0,4% de todos os resíduos gerados são destinados a aterros sanitários.  Todos os 99,6% restantes são reutilizados internamente em processos ou reciclados.

Tratamento de esgoto

A fábrica possui uma estação de tratamento de esgoto própria, sem ligação com a rede municipal e todos os resíduos são destinados a processos de reciclagem, reutilização e/ou compostagem.
Há uma busca contínua de alternativas de reúso dos esgotos e efluentes líquidos tratados
nas unidades da Souza Cruz.

Água como prioridade

Toda água que entra na planta não sai mais: 100% do esgoto é tratado, sendo 33% reutilizado e o restante consumido em nossos processos industriais, além de uma parte mínima destinada a limpeza e manutenção da nossa estação de tratamento de esgoto. Um sistema de calhas permite ainda o reaproveitamento de toda água coletada.

Energia limpa

Em 2015, 60% da matriz energética utilizada pela Souza Cruz foi renovável. A maior demanda energética da fábrica é para a produção de vapor, que utiliza apenas madeira de eucalipto reflorestado proveniente de três fazendas próprias.

Eficiência crescente

O projeto Manufacturing Excellence maximizou o desempenho das máquinas da fábrica, aumentando a velocidade da produção e reduzindo o desperdício de matéria-prima. A eficiência média da fábrica cresceu 10% em 2015.

max
large
medium
small
mobile